JUVENTUDE, MILITÂNCIA E MIGRAÇÃO NO PROCESSO DE ESTRUTURAÇÃO DO MST NO NORDESTE BRASILEIRO (1985-1995)

Rose Elke Debiasi

Resumo


O presente artigo discute as motivações, resistências e adaptações, no âmbito pessoal e político, de jovens militantes que se deslocaram da região Sul para o Nordeste brasileiro, entre os anos de 1985 e 1995, com o propósito de estruturar o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Por meio da análise de documentos internos do MST, de entrevistas temáticas e da literatura especializada, busca-se problematizar a adoção da categoria juventude rural, os significados da militância e migração na trajetória social e política dos militantes migrantes e, por fim, os desdobramentos dessa opção no interior das suas famílias.

                                                               

Palavras-chave: MST. Juventude. Migração. Militância. Famílias.

 

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este periódico está indexado nas bases: