O CONTEXTO SOCIAL COMO DETERMINANTE DO TRABALHO PRECOCE NO CEARÁ

Juliane da Silva Ciríaco, Celina Santos de Oliveira, Otoniel Rodrigues dos Anjos Júnior

Resumo


 

Objetiva-se neste estudo analisar os determinantes do trabalho precoce no Ceará. Para tanto, fez-se uso do Logit Multinível, tendo como fonte de dados o Censo Demográfico de 2010. Verificou-se que a oferta de trabalho precoce cearense está associada ao contexto social precário no qual as crianças estão inseridas, representado aqui pelo tamanho da população do município e pelas condições do mercado informal. Os dados apontam, ainda, uma relação positiva entre idade e inserção no mercado de trabalho; ademais, o fato de ter pais mais instruídos reduz as chances de as crianças e os adolescentes trabalharem. Por sua vez, as variáveis chefia monoparental por mulheres e tamanho da família impactam positivamente na probabilidade de participação precoce da criança na força de trabalho. Por fim, o fato de morar na zona rural também contribui para o aumento dessa probabilidade.

Palavras-chave: Contexto Social. Trabalho Precoce. Logit Multinível


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22478/ufpb.1676-4439.2017v16n2.37798

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este periódico está indexado nas bases: