A teoria filosófica do direito de Hans Kelsen e seus contornos de legitimidade

Newton de Oliveira Lima

Resumo


A partir da consideração de Immanuel Kant de que todo Estado deve se fundar numa Constituição republicana, e da formulação de Hans Kelsen de que os valores políticos básicos que sustentam a atividade legislativa de um Estado são a liberdade individual, a segurança e a ordem, deve-se conceber uma ligação fundamental entre republicanismo, que implica no respeito incondicional ao Direito como condição de possibilidade da ordem pública e liberalismo como necessidade de liberdade à realização do processo legislativo. Esse 'republicanismo liberal' kantiano-kelseniano necessita de uma relação normativa que proteja a atividade legislativa, assegurando a Democracia; para além da ideia de normatividade, torna-se inviável pensar um Estado democrático, pensar, assim, a possibilidade de existência (ontologia) e a legitimidade (consenso e decisão de realização) do Direito é avaliar como a relação entre liberdade, legalidade e produção de normas se estabelece, na pressuposição sempre objetiva de pensar a ideia da norma em si, para além de toda positividade concreta (histórica e sociológica) - a norma fundamental de Kelsen, a 'forma pública' universal do Direito para Kant. Existe um co-pertencimento entre Estado de Direito e normativismo jurídico. Para se pensar um Estado de Direito necessita-se do fundamento de um sistema normativo, seja discursivo racional possibilitador da moral, para Kant, ou como para Kelsen a unidade lógica da ideia do sistema de normas, expressa na Grundnorm (norma fundamental).

Palavras-chave


Estado; dreito; legitimiação; liberdade

Texto completo:

PDF

Referências


ANDERSON, P. Linhagens do Estado Absolutista. São Paulo: Brasiliense, 2004.

BARZOTTO, L. F. O positivismo jurídico contemporâneo. Uma introdução a Kelsen, Ross e Hart. São Leopoldo: Ed. Unisinos, 1999.

BENTHAM, J. Uma introdução aos princípios da moral e da legislação. In: Os pensadores. São Paulo: Nova Cultural, 1979.

BOURGEOIS, B. Philosophie et droits de l´homme de Kant à Marx. Paris: Presse Universitaires de France, 1990.

GOYARD-FABRE, S. O que é Democracia ? São Paulo: Martins Fontes, 2003.

HERRERO, F. J. Religião e História em Kant. Tradução José A. Ceschia. São Paulo: Loyola, 1991.

HÖFFE, O. Immanuel Kant. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

KANT, I. A Metafísica dos Costumes. Doutrina do Direito. Livro I. Tradução José Lamego. Lisboa: Calouste-Gulbenkian, 2005.

KELSEN, H. Teoría Comunista del Derecho y del Estado. Tradução Alfredo J. Weiss. Buenos Aires: Emercé, 1957.

________. Teoria Geral das Normas. Tradução José Florentino Duarte. Porto Alegre: Sérgio Fabris Editor, 1986.

________. Teoria Pura do Direito. Coimbra: Armênio Amado, 1984.

KERSTING, W. Liberdade bem-ordenada. Filosofia do Direito e do Estado de Immanuel Kant. Porto Alegre: Fabris, 2012.

________. Universalismo e direitos humanos. Porto Alegre: Ed. da PUC-RS, 2003.

LOCKE, J. Dois tratados sobre o governo civil. São Paulo: Martins Fontes, 2005, vol.2.

SCHMITT, C. A crise da democracia parlamentar. Teologia Política. São Paulo: Scritta, 1996.

________. El Leviathan en la teoria del Estado de Thomas Hobbes. Tradução Francisco Javier Conde. Granada: Comares, 2004.

________. Legalidade e Legitimidade. Belo Horizonte: Del Rey, 2007.

________. O guardião da Constituição. Belo Horizonte: Del Rey, 2007.

VASCONCELOS, A. Teoria Pura do Direito: repasse crítico de seus principais fundamentos. Rio de Janeiro: Forense, 2003.




DOI: https://doi.org/10.18012/arf.2016.30951



e-ISSN 2318-9428
p-ISSN 2358-8470

Facebook Follow us on Twitter ResearchGate

© 2014 Aufklärung, doi:10.18012/ARF, e-ISSN 2318-9428, p-ISSN 2358-8470 | revistaaufklarung@hotmail.com | João Pessoa-PB-Brasil | CC BY Attribution 4.0 International


Principais Indexadores / Bases de Indexação

Sistema de Información Científica Redalyc Filiada ao CrossRefThe Philosopher's Index Portal de Periódicos da CAPES  DOAJLATINDEXERIHPLUS ::  Norwegian Social Science Data Services (NSD)Filiada ao CrossRefABEC - Revista filiada à ABECInstituto Brasileiro de Informação em Ciência e TecnologiaiThenticate: Prevent Plagiarism in Published Works Publisher copyright policies & self-archiving WorldCat Social Science Open Access Repository Elektronische Zeitschriftenbibliothek   PortalUFPB

indexing and abstracting