Qualidade fisiológica de sementes de catanduva sob infestação de Callosobruchus maculatus (Coleoptera: Bruchidae)

Luiz Augusto da Silva Correia, Josenilda Aprigio Dantas de Medeiros, Amanda Brito da Silva, Cibele dos Santos Ferrari, Mauro Vasconcelos Pacheco

Resumo


Sementes pertencentes às espécies da família Fabaceae possuem uma elevada taxa de predação por insetos, principalmente os da família Bruchidae. O presente experimento teve por objetivo avaliar os efeitos da predação de Callosobruchus maculatus sobre a germinação e o vigor de sementes de Pityrocarpa moniliformis. O experimento foi constituído por três tratamentos: controle (sementes intactas), sementes escarificadas e sementes predadas. A qualidade fisiológica das sementes foi avaliada por meio das seguintes variáveis: germinação, índice de velocidade da germinação e comprimento de plântulas. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado, com quatro repetições de 50 sementes cada. O tratamento com sementes infestadas proporcionou menor percentual de germinação (5,5%), enquanto as escarificadas (62,5%) demonstraram maior potencial fisiológico. A infestação de sementes de P. moniliformis por C. maculatos aumenta a mortalidade das sementes. Os danos causados por C. maculatos afeta negativamente a germinação e o vigor de sementes de P. moniliformis.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.25066/agrotec.v38i2.29838

Revista Agropecuária Técnica
ISSN impresso 0100-7467
ISSN online 2525-8990


Este periódico está indexado em:




Índice h (Google Scholar)=10


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional