Conservação de Sítios de Arte Rupestre: resultados preliminares do estudo químico de pigmentos e depósitos de alteração no sítio Toca do Pinga da Escada

Luis Carlos Duarte Cavalcante, Renoir Rios de Sousa Abreu, Maria Conceição Soares Meneses Lage, José Domingos Fabris

Resumo


Este trabalho apresenta resultados preliminares do estudo químico de pigmentos e depósitos de alteração do sítio de arte rupestre Toca do Pinga da Escada, Parque Nacional Serra da Capivara,
Piauí, Brasil. Amostras foram investigadas por microscopia eletrônica de varredura, espectroscopia de energia dispersiva, espectroscopia de absorção no infravermelho com transformada
de Fourier, análise elementar, espectroscopia de absorção molecular UV-Vis e reações de complexação com tiocianato. As pinturas vermelhas foram preparadas com hematita, aFe2O3, e as
manchas negra e esverdeada consistem essencialmente de líquens e carbonatos.

Palavras-chave: arqueoquímica; arte rupestre; pigmentos pré-históricos.

Texto completo:

PDF


.......................................................................................................................................................... Revista de Arqueologia da Sociedade de Arqueologia Brasileira