Informação para Autores

I. Os trabalhos deverão ser acompanhados, obrigatoriamente, de resumo em português (que não exceda 700 caracteres) e resumo e título em inglês fiel ao texto em português, e igualmente de três palavras-chaves para indexação da revista. Ao título do trabalho seguir-se-á(ão) o(s) nome(s) do(s) autor(es). No rodapé serão mencionados
a(s) instituição(ões) em que o artigo foi elaborado, endereço completo para correspondência e, sendo necessário, a indicação da(s) instituição(ões) da(s) qual(is) foram obtidos os auxílios relativos à produção do trabalho.

II. As obras citadas deverão ser referenciadas no próprio corpo do texto, indicando-se: sobrenome do autor, data da
publicação, página citada.
Exemplos: (Clark, 1975), (Lévi-Strauss, 1982:47), (Renfrew & Bahn, 1998); Willey & Philipps (1958:95), Plog et al. (1976), Binford (1967, 1978, 1983). Notas de rodapé (numeradas em algarismos arábicos) deverão ser utilizadas exclusivamente
como notas explicativas. As referências bibliográficas completas das obras citadas deverão vir em uma lista
ao final do trabalho.

III.As referências bibliográficas deverão
seguir as seguintes normas:

Livros:
MEGGERS, B. J. 1979. América Préhistórica.
Trad. de E. T. de Carvalho.
2ª ed. Rio de Janeiro, Paz e Terra.

Artigos ou capítulos em livros:
PROUS, A. 1999. Arqueologia, Préhistória
e História. In: TENÓRIO, M.
C. (Org.). Pré-história da Terra Brasilis.
Rio de Janeiro, EdUFRJ, pp.19-
32.

Artigos de revistas (com um, dois ou mais autores)
MARTIN, G. 1998. O povoamento préhistórico
do vale do São Francisco(Brasil). Clio (Série Arqueológica), Recife,13:9-41.
NEME, S. & BELTRÃO, M. da C. 1993.
Tupinambá, franceses e portugueses no Rio de Janeiro durante o séculoXVI. Revista de Arqueologia, São Paulo, 7:133-151.
NEVES, W. A. et al. 1999. O povoamento da América à luz da morfologia craniana. Revista USP, São Paulo, 34:96-106.

Dissertações e teses:
WÜST, I. 1990. Continuidade e mudança: para uma interpretação dos grupos pré-coloniais na bacia do rio
Vermelho, Mato Grosso. Tese de Doutorado. São Paulo, Universidade de São Paulo.

IV. Os originais devem ser encaminhados em disquete, acompanhados de uma via impressa em espaço duplo,
folha A4, margens direita e esquerda com 2 cm, topo e base com 2,5 cm, margem direita não justificada, fonte Arial, tamanho 11 em Word. O material enviado não será devolvido.

V. A revisão gramatical deve ser previamente providenciada pelo(s) autor(es).

VI. As ilustrações (que não excedam a 6), gráficos e demais figuras com respectivas legendas deverão ser apresentadas
em JPG com o mínimo de 300 dpi, quando for o caso, com os
devidos créditos autorais, enviadas separadamente, com a indicação no texto do lugar onde devem ser inseridas.
As tabelas em Excel. Todas as imagens deverão ser apresentadas, preferencialmente, em preto e branco,
podendo ser colorido desde que haja recursos disponíveis para publicação, enviado em papel brilhante e bem contrastado, com resolução igual ou superior a 300 dpi. Figuras ou mapas, caso não gravados em meio magnético, devem ser encaminhados sob forma de fotocópia a laser (formato A4 ou menor).

Normas Editoriais
Revista Arqueologia, 17: 133-135, 2004 135

VII. O(s) autor(es) será(ão) informados sobre a avaliação do texto que encaminhou(ram) para publicação no prazo máximo de 3 (três) meses.

VIII. Cada autor(a) poderá publicar até um trabalho individual em cada número da revista e mais um outro em
co-autoria, desde que não seja o autor principal.

IX. Ao(s) autor(es) de trabalhos publicados serão oferecidos, gratuitamente, até 5 (cinco) exemplares do número correspondente da revista.

X. Uma vez publicados os trabalhos, a Revista de Arqueologia se reserva todos os direitos autorais, inclusive os de tradução, permitindo, entretanto, sua posterior reprodução como transcrição, desde que com a devida citação da fonte.

XI. Os casos não previstos nestas normas serão analisados e decididos pela Comissão Editorial da SAB, ouvido o Conselho Editorial da revista.

Normas Editoriais
Revista de Arqueologia, 17: 133-135, 2004