DISPLASIA CLEIDOCRANIANA

Ana Karine Farias Trindade, Maria Sueli Marques Soares, Cláudia Cazal Lira, Maria Luiza Anjos Pontual

Resumo


A Displasia Cleidocraniana é uma doença causada por um gene autossômico dominante o qual se apresenta com uma displasia esquelética. Pacientes com a doença comumente apresentam retenção de dentes decíduos, impactação e atraso na erupção de dentes permanentes e presença de dentes supranumerários. Neste trabalho foi objetivo relatar um caso clínico de Displasia Cleidocraniana e discutir os aspectos gerais, sinais clínicos e radiográficos da referida Síndrome. Paciente natural de João Pessoa, PB, 14 anos, gênero feminino, compareceu à clínica de Estomatologia da UFPB com queixa de retenção prolongada dos dentes decíduos e erupção tardia dos permanentes. Ao exame clínico e radiográfico, observou-se a presença de características típicas desta displasia, como a permanência de vários dentes decíduos, além de dentes permanentes inclusos e dentes supranumerários, hipoplasia das clavículas e abaulamento frontal e parietal. Após avaliação todas as características clínicas e radiográficas apresentadas pela paciente foram estabelecidas diagnóstico de Displasia Cleidocraniana. A paciente foi submetida à avaliação ortodôntica e foi solicitada a exodontia de alguns elementos decíduos para um posterior tracionamento ortodôntico.

Texto completo:

PDF