UM “ENTENDIMENTO DO ENTENDIMENTO”: OLHAR SOBRE OSABER LOCAL

Miriam Espindula dos Santos

Resumo


Primeiramente quero justificar minha opção por fazer uma síntese-resenha do livro O Saber Local: novos ensaios em antropologia interpretativa, de Clifford Geertz. A escolha se deu pela inquietação que o mesmo provocou no momento de sua leitura, o referido ensaio contribuiu de forma significante para o meu processo de (in) maturação acadêmica, pessoal e de pesquisadora. A intenção é destacar os pontos mais relevantes do livro, lançar um olhar sobre algumas questões problematizadas pelo autor. Apesar de não utilizar a hermenêutica interpretativa proposta por Geertz em minha pesquisa, a mesma possibilitou muitas ideias acerca de como proceder enquanto pesquisadora, no trato que devo ter para com o meu objeto, um trato respeitoso, atencioso, aberto, com um olhar afinado para as questões que o cerca, bem como o uso de analogias para analisar determinados fatos. Destaco que o meu olhar sobre este ensaio também reflete as discussões calorosas que realizamos em sala de aula acerca do mesmo, bem como dos momentos em que analisamos os projetos de pesquisas dos colegas da turma, apesar de não me deter neste aspecto. Assim sendo, vou seguir basicamente a divisão proposta pelo ensaísta nesta obra, refletindo acerca do que mais me inquietou neste ensaio...

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15687/rec.v7i2.20639

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários
 |  Incluir comentário

Direitos autorais 2014 Revista Espaço do Currículo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.







Este periódico está indexado nas bases: