Memes e contracultura: a reconfiguração de narrativas hegemônicas na semiosfera

Tássia Aguiar de Souza

Resumo


Estudo sobre a produção e circulação de memes no âmbito da contracultura, enquanto produto de reconfiguração material e imaterial da memória da mídia. A pesquisa tem por objetivo situar os memes na semiosfera da cultura e analisar seu uso enquanto objeto de resistência política no Brasil, a partir da retomada de discursos historicamente hegemônicos, e sua relação com gêneros narrativos utilizados n’O Pasquim. Para tal, tomamos como referencial teórico o conceito de semiosfera, de Lótman, e a proposta de uma história não-linear desenvolvida por W. Benjamin. A metodologia parte de um levantamento de memes sobre a atual crise política no Brasil feita pelo jornal El País em sua plataforma online. Concluímos com esse trabalho que a produção de memes nasce materialmente de gêneros como a charge e resulta na propagação polissêmica dos discursos hegemônicos em circulação.

Palavras-chave: Contracultura. Discurso. Meme. Memória. Semiosfera.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.