A ARTE, O HUMANO, O TEMPO E O DISCURSO: a performance de Marina Abramovic e os direitos humanos à luz do pós-estruturalismo

Cristiane Marques de Oliveira, Adriana de Camargo Figueiredo, Thaís Eleutério Miranda de Oliveira

Resumo


Este estudo é fruto de uma pesquisa realizada em âmbito acadêmico e interdisciplinar que tem como proposta discutir e analisar a performance “The artist is present”, de Marina Abramovic, a partir da perspectiva pós-estruturalista e da noção de direitos da pessoa humana, presente na Declaração Universal dos Direitos Humanos (1948). O objetivo é desvendar os possíveis discursos denotados pela obra e seus impactos no processo de reflexão dos sujeitos.

Texto completo:

PDF


ISSN Eletrônico: 2177-8841