O currículo e o seu planejamento: concepções e práticas

Érika Virgílio Rodrigues da Cunha

Resumo


O presente ensaio objetiva tecer uma discussão sobre como diferentes concepções de currículo configuram as práticas de planejamento curricular na escola. Trata-se de uma reflexão possibilitada pelo trajeto teórico percorrido em meu Mestrado, concluído em 2005 junto ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso. A discussão é tecida diante da questão: como as concepções de currículo construídas historicamente podem configurar as práticas de planejamento curricular na escola? Assim, comento brevemente a concepção da teoria crítica curricular a partir de um diálogo, especialmente, com Sacristán (1998), McLaren (1997) e Lopes e Macedo (2002). Em seguida, trato de justificar meu posicionamento crítico para, pouco depois, passar à discussão do planejamento curricular e de suas características a partir de duas diferentes perspectivas: currículo como produto e como processo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15687/rec.v3i2.9667

Direitos autorais 2016 Revista Espaço do Currículo

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Locations of visitors to this page

Revista indexada em:




ISSN: 1983-1579 DOI: 10.15687/rec