MAMÍFEROS DE MÉDIO E GRANDE PORTE DO NORDESTE DO BRASIL: DISTRIBUIÇÃO E TAXONOMIA, COM DESCRIÇÃO DE NOVAS ESPÉCIES

Anderson Feijó, Alfredo Langguth

Resumo


Este  trabalho  pretende  compilar  o  conhecimento  atual  da  diversidade  e distribuição geográfica dos mamíferos terrestres de médio e grande porte do nordeste do Brasil, bem como discutir alguns assuntos da taxonomia. Fornecemos também um resumo da história do estudo da fauna de mamíferos do nordeste do Brasil. A área desse estudo incluiu os estados do Ceará, Paraíba, Pernambuco e Alagoas. Ênfase foi dada ao estudo de exemplares conservados em museus. Foram examinados 652 espécimes distribuídos em 8 ordens, 19 famílias, 32 gêneros e 40 espécies. Subespécies foram consideradas quando possível embora o uso atual reflita mais a história dos taxa do que verdadeiros estudos de variação geográfica. O tratamento de cada espécie incluiu nome científico e comum, localidade tipo, descrição dos caracteres externos e do crânio acompanhados de fotos do crânio de todas as espécies. Seguem ainda comparações com espécies próximas da  região. A  distribuição  geográfica  geral  das  espécies  e  em  particular  a  distribuição documentada no Nordeste são discutidas. Uma nova espécie do gênero Dasyproctae outra de Coendouforam descritas e um neótipo para a Sus hydrochaerisLinnaeus foi designado. A localidade tipo de Dasypus septemcinctus, Lontra longicaudise Conepatus amazonicusfoi restrita. O Conepatuse o Cabassousdo Nordeste foram corretamente identificados. Mapas com os registros documentados são fornecidos para cada espécie. Foram registradas 281 localidades de ocorrência inseridas em 132 municípios. Todavia, excluindo-se os municípios com menos de quatro espécies registradas, o mapa resultante mostra grandes vazios o que demonstra que grande parte dos registros ocorreu de forma oportunista e que não correspondem a levantamentos planejados. Cento e doze localidades de coleta estão inseridas na Mata Atlântica e 164 na Caatinga talvez porque os quatro estados considerados neste trabalho possuem áreas de Caatinga maiores que as de Mata Atlântica. Todavia as regiões mais áridas e centrais do Nordeste foram até agora pouco amostradas, a exemplo da parte central do Ceará, do sudoeste de Pernambuco e da caatinga de Alagoas. Foi documentada uma extensão na distribuição de Cabassous tatouay eobservada uma distribuição disjunta de Bradypus variegatus. Característico dos mamíferos de médio e grande porte é possuir populações de menor tamanho que as dos pequenos mamíferos, muitos ocupam o topo das cadeias tróficas, possuem uma maior área de vida, tendem a serem os primeiros afetados pelas atividades antrópicas e constituem muitas  das  espécies  bandeiras  em  campanhas  conservacionistas. As  conseqüências dessas características são a dificuldade de coleta de espécimes e o pequeno tamanho das amostras em coleções científicas. Isto torna o seu estudo taxonômico mais difícil.

Palavras-chave


Medium and large size mammals; Brazilian Northeast; distribution; taxonomy; Coendou n. sp.; Dasyprocta n. sp.; Mamíferos de médio e grande porte; Nordeste do Brasil; distribuição; taxonomia; Coendou sp. nov.; Dasyprocta sp. nov.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

________________________________________________________________________________________

 

 

Locations of visitors to this page

 

________________________________________________________________________________________

Revista Nordestina de Biologia

 

ISSN - 0100-7653 (impresso)

ISSN - 2236-1480 (online)

Copyrigth © 1978 - 2014 Todos os direitos reservados

________________________________________________________________________________________


Large Visitor Globe