Batman e a tradução intersemiótica entre os quadrinhos e o cinema

Jéssica Raissa Pessoa, Marcos Nicolau

Resumo


Este artigo constitui um estudo sobre o ícone pop Batman e suas representações no cinema, a partir do desdobramento midiático originado nos quadrinhos. Abordamos a tradução intersemiótica ocorrida desde a sua primeira aparição no cinema, em 1943, até o filme Batman vs Superman, de 2016. Ao completar, neste ano de 2018, seus 75 anos nas telonas e chegando, no próximo ano de 2019, aos 80 anos de quadrinhos, Batman apresenta-se como um importante objeto de estudo não apenas para a compreensão da relação entre essas duas mídias de longa data, mas também das representações fílmicas e quadrinescas, engendradas pelo processo de tradução intersemiótica. Essa compreensão torna possível, também, além de compreender o processo e contexto de construção da representação e simbologia do Batman, entender a trajetória do cinema na consolidação, gradativa, de seu modo de traduzir os quadrinhos.

Palavras-chave: Tradução intersemiótica. Semiótica. Quadrinhos. Cinema. Batman.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22478/ufpb.1983-5930.2018v11n2.43544

Direitos autorais 2018 Culturas Midiáticas



UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA / CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES - PPGC/UFPB