A usabilidade na perspectiva do uso da informação: estatísticas das pesquisas sobre o tema no Brasil.

Osvaldo de Souza

Resumo


Aborda várias questões relativas à usabilidade, posicionando-a como um fator de favorecimento à disseminação da informação. Apresenta aspectos disjuntos e complementares da interdisciplinaridade da área e apresenta exemplos reais resultantes da aplicação dessa interdisciplinaridade. Apresenta estatísticas de um estudo quantitativo relativo a Grupos de Pesquisa sobre Usabilidade no Brasil, especificamente da usabilidade da informação. Revela o tamanho da Comunidade Científica envolvida, categoriza os dados dessa Comunidade Científica quanto às regiões geopolíticas do Brasil, com detalhamento das Unidades da Federação para as três regiões geopolíticas predominantes na pesquisa. Identifica as grandes áreas do conhecimento que participam ativamente das pesquisas em usabilidade e particulariza a análise na subárea da Ciência da Informação. Também cruza dados entre os grupos de pesquisa ativos no tema com dados dos currículos Lattes, e estabelece relações entre esses grupos e os Pesquisadores, categorizando-os de acordo com os seguintes metadados: a titulação; vínculo a grupo de pesquisa; área de atuação; grande área e subárea de origem do Pesquisador; formação acadêmica nos níveis de graduação, mestrado e doutorado. Resultados indicam que a parcela de doutores da Comunidade Científica envolvida em pesquisas relativas à usabilidade, com área de atuação na subárea da Ciência da Informação é pequena, e em termos de doutorado, é composta predominantemente por três áreas.

Palavras-chave


Interação Humano-Computador (IHC). Usabilidade. Arquitetura da Informação. Tecnologias Assistivas

Texto completo:

PDF



Informação & Sociedade: Estudos - ISSN: 1809-4783