OS DESTINOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO: ENTRE O CRISTAL E A CHAMA

Aldo de Albuquerque Barreto

Resumo


Os caminhos da Ciência da Informação no próximo milênio são relacionados às
estruturas de informação e ao seu fluxo. A relação entre o fluxo de informação e o público a quem o conhecimento é dirigido, vem se modificando com o tempo, como uma função das diferentes técnicas que operam na transferência da informação – do gerador ao receptor. O fluxo representa uma sucessão de eventos, de um processo de mediação, entre a geração da informação por uma fonte emissora, e a aceitação da informação pela entidade receptora. Realiza o que acredita ser o cerne da Ciência da Informação: a geração de conhecimento no indivíduo e no seu espaço de convivência. Assim, é nosso propósito neste documento mostrar que, a estrutura e o fluxo da informação que interligam gerador e receptor, vêm agregando qualidade, de uma relação direta com as fases por que passou o desenvolvimento do processo de
transferência da informação até chegar ao tempo da comunicação eletrônica que viabiliza com maior intensidade a relação de interação que nos interessa observar.

Texto completo:

PDF



Informação & Sociedade: Estudos - ISSN: 1809-4783