Análise Quantitativa dos Projetos Financiados pelo Programa de Pesquisa para o SUS na Região Nordeste de 2004 a 2007

Thiago Isidro Vieira, Ana Maria Gondim Valença, Bianca Marques Santiago, Brenna Louise Cavalcanti Gondim, Diego Figueiredo Nóbrega

Resumo


O Programa de Pesquisa para o SUS (PPSUS) é uma parceria formada pelo Ministério da Saúde, por intermédio do Departamento de Ciência e Tecnologia (DECIT) e da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (SCTIE), com a colaboração das Fundações de Amparo a Pesquisa (FAPs), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) e Secretarias Estaduais de Saúde e de Ciência e Tecnologia.
Objetivo: Analisar quantitativamente os projetos voltados para a saúde bucal financiados pelo PPSUS na região nordeste, de 2004 a 2007.
Metodologia: Utilizou-se uma metodologia de abordagem indutiva, com procedimento comparativo, por meio da técnica de documentação indireta, mediante consulta a base de dados gerencial do DECIT, disponível no site do Ministério da Saúde. Os dados foram analisados descritivamente e demonstrados em valores absolutos e percentuais, considerando como referência o número total de projetos financiados em cada estado e o quantitativo de projetos fomentados na área de saúde bucal na região nordeste e em cada uma das suas unidades federadas.
Resultados: Do total de 338 projetos apoiados pelo PPSUS na região nordeste, 7,7% (n=26) estão voltados para a saúde bucal. Os estados de Alagoas e Piauí possuem projetos financiados pelo PPSUS, mas nenhum deles na área de saúde bucal. Os estados que apresentaram maior número de projetos foram Bahia, Pernambuco e Paraíba, com respectivamente 18,5% (n=10), 13,3% (n=6) e 11,4% (n=4) do total de projetos financiados em cada estado correspondente. Os projetos financiados pelos PPSUS nos estados de Sergipe, Maranhão, Ceará e Rio Grande do Norte corresponderam a respectivamente 7,1% (n=1), 5,9% (n=2), 3,3% (n=2) e 2,7% (n=1) do total de projetos financiados em cada um destes estados.
Conclusão: A distribuição de projetos apoiados pelo PPSUS na região nordeste no período de 2004 a 2007 não é uniforme, sendo a Bahia o estado com maior número de projetos financiados na modalidade de saúde bucal. O percentual de projetos apoiados na área de saúde bucal é pouco expressivo, existindo estados que não apresentaram projetos financiados neste campo.

Texto completo:

PDF