1.
Medeiros ES. De “não curto afeminado nem pra amizade” a “por que tantos heteronormativos?”: masculinidades e discursos dominantes e táticos nas fachadas do Grindr. Revista Ártemis [Internet]. 21º de agosto de 2017 [citado 5º de dezembro de 2020];23(1). Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/artemis/article/view/35785