A BRASILIDADE EM MACUNAÍMA: UMA CONSTRUÇÃO A PARTIR DO ANTI-HERÓI

  • Ana Ximenes Gomes de Oliveira
  • Mônica Rafaella Gonçalves de Andrade

Resumo

O presente trabalho tem o objetivo de abordar a construção de uma brasilidade composta pela miscigenação cultural, combinada com os elementos indígenas e africanos, feita por Mario de Andrade, em Macunaíma, a partir de uma desconstrução do herói clássico deixando presente essa forte referência na obra como formação do anti-herói brasileiro. O corpus para a análise será o capítulo um e o capítulo sete da rapsódia moderna. O anti-heroísmo, relacionando-se com a autenticidade cultural, demonstra a negação pela importação etnocêntrica, como é posto por SCHWARZ e CANDIDO. Como ponto de partida, temos um levantamento das características gregas do herói, apresentada por LESKY, para uma consideração a memória construtiva do passado literário, assim como a referência à crítica sobre o modernismo, feita por BOSI.
Publicado
2012-08-19
Seção
Iniciação Científica