A REPRESSÃO FEMININA PRESENTE NO CONTO “LÁBIOS EM LAVA” DE ONDJAKI

  • Sayonara Souza da Costa UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
  • Joseane da Silva Nascimento UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
  • Adaylson Wagner Sousa de Vasconcelos UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
  • Vanessa Neves Riambau Pinheiro UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Resumo

O objetivo do presente artigo é analisar as diferentes formas de representação da repressão ao feminino, a partir de uma leitura centrada no conto “Lábios em lava”, do escritor angolano Ondjaki. A figura da mulher e os aspectos que a envolvem são sempre alvos de estudos sociológicos e inclusive, literários. Sendo assim, escolhemos algo que interfere no comportamento e na vida dessa figura social desde muito tempo, a repressão, que, de início, podemos afirma-la como sendo de ordem sexual e religiosa. O conto “Lábios em lava” (2004) nos apresenta uma personagem com muito apego a religiosidade. E a fé corresponde ao meio que ela utiliza para pedir perdão por seu ato de pecado, a masturbação, condenada pela religião a qual a personagem está inserida. Sendo assim, verificaremos de que maneira se evidencia este sistema opressor no conto supracitado. Para tanto utilizaremos como base teórica os textos de Chauí (1994), Bordieu (2002), Zolin (2009), além de outros pensadores que discutem a temática.
Publicado
2015-03-06
Seção
Iniciação Científica