Conhecimento botânico local sobre Myracrodruon urundeuva Allemão em seis comunidades rurais do semiárido da Paraíba, Nordeste do Brasil

  • Carlos Antônio Belarmino Alves
  • João Everthon da Silva Ribeiro
  • Natan Medeiros Guerra
  • Mariana Muniz Nunes
  • Eduardo Uchôa Guerra Barbosa
  • Ernane Nogueira Nunes
  • Thamires Kelly Nunes Carvalho
  • Camilla Marques de Lucena
  • Jacob Silva Souto
  • Reinaldo Farias Paiva Lucena UFPB/CCEN/DSE. João Pessoa, Paraíba, Brasil
Palavras-chave: Caatinga, Etnobotânica, Ecologia

Resumo

Dentre as principais plantas inseridas no semiárido brasileiro, encontra-se a aroeira (Myracrodruon urundeuva Allemão) pertencente à família Anacardiaceae, apresentando importância ecológica e econômica. A fim de entender e verificar tal importância, realizamos um estudo etnobotânico em seis comunidades do semiárido paraibano, utilizando formulários semiestruturados aplicados a populações locais. Registraram-se 1.587 citações de uso (856 citações atuais e 731 potenciais), sendo 985 de usos madeireiros e 602 não madeireiros para M. urundeuva. Destacaram-se as categorias construção e combustível. Mediante os resultados do presente estudo, sugere-se que sejam realizadas pesquisas e monitoramento das populações dessa espécie nas áreas rurais, e com atividades voltadas para o manejo sustentável.

Biografia do Autor

Reinaldo Farias Paiva Lucena, UFPB/CCEN/DSE. João Pessoa, Paraíba, Brasil
http://lattes.cnpq.br/0588527774815010
Publicado
2019-07-31
Seção
Ciências Ambientais