Entre a Inclusão e a Democracia Digital: a atuação do Estado e do

  • Jonatas Ferreira
  • Maria Eduarda da Mota Rocha

Resumo

A acumulação histórica de capitais econômicos e culturais vem determinando padrões diferenciados de acesso à revolução informacional. Em geral, esse problema tem sido tratado pelas políticas públicas a partir de uma série de conceitos que convergem para as idéias polares de ‘exclusão’ e ‘inclusão digital’. A partir dessa perspectiva, a solução do problema da desigualdade se apresenta como um percurso que os atores precisam fazer de um lugar vazio, de uma tabula rasa, para outro de prosperidade, numa clara atualização da visão dos atores em posição subalterna como seres faltantes. Recentemente, surgiu uma proposta de estimular a democratização das tecnologias digitais não como forma de simplesmente suprir uma falta, mas como estratégia de empoderamento. Apesar disso, não há consenso com relação ao modo como a desigualdade digital deve ser tratada, se a partir de investimentos visando à inclusão, se a partir de investimentos que capacitem camadas pobres da população a interferir na vida social em sentido amplo. Com base em pesquisa realizada em 8 instituições, mapeamos iniciativas de inclusão digital e analisamos como essas duas visões se traduzem em sua prática. link para o texto completo: revista.ibict.br/liinc/index.php/liinc/article/viewFile/288/187
Publicado
2012-02-07
Seção
Resumos de artigos científicos