A noção de estrutura e os registros de informação dos sistemas

  • Cristina Dotta Ortega
  • Marilda Lopes Ginez Lara

Resumo

Partindo da constatação de que os princípios e os métodos para construção e gestão dos sistemas documentários são dispersos e carecem de sistematização, este artigo levanta a hipótese de que a noção de estrutura, ao pressupor relações mútuas entre os seus elementos, confere maior organicidade aos sistemas e garante maior qualidade e consistência na recuperação da informação frente às questões dos usuários. Desse modo, objetiva explorar fundamentos, a partir da noção de estrutura, dos registros de informação e dos sistemas documentários. Para tanto, são apresentados conceitos básicos e questões relativas aos sistemas documentários e aos registros de informação. Posteriormente, elenca aportes teóricos sobre a noção de estrutura, tratados por Benveniste, Ferrater Mora, Hjelmslev, Lévi-Strauss, Lopes, Peñalver Simó, Saussure, além de Ducrot, Fávero e Koch, para então tratar das apropriações já realizadas pela Documentação por Paul Otlet, García Gutiérrez e Moreiro González. Conclui-se que a noção de estrutura adotada para tornar explícita uma hipótese de sistematização do real, a partir de um modelo, assegura maior organicidade aos sistemas, bem como confere referência pedagógica ao fazer documentário. link para o texto completo: http://revistas.puc-campinas.edu.br/transinfo/viewissue.php?id=24
Publicado
2012-02-09
Seção
Resumos de artigos científicos