Ambientes virtuais e redes: estética e socialidade. Virtual environments and networks: aesthetics and sociality.

  • Daniela Stevanin Hoffmann

Resumo

Este artigo propõe-se a apresentar dois ambientes virtuais, o AMADIS e o Orkut, a fim de estabelecer relações entre eles, tendo como apoio teórico os conceitos de estética e socialidade. O primeiro é um ambiente virtual de aprendizagem desenvolvido para fins pedagógicos; o segundo é um ambiente virtual que tem alcance mundial e agrega indivíduos por suas redes de interesses e amizades. O objetivo deste artigo é analisar o entrelaçamento entre teoria e algumas das características dos ambientes, suas semelhanças e distinções, a partir do estudo da formação de redes digitais suscitadas por influências estéticas. Foi realizado um estudo qualitativo comparativo estrutural entre os ambientes, colocando-os em paralelo, traçando analogias entre suas áreas, funcionalidades e possibilidades de ações dos usuários. Ao final do estudo e da argumentação, conclui-se que as redes de relações entre os conceitos-chave do estudo da correlação estética-socialidade (neotribalismo, corpo coletivo, ator-persona, espacialidade e pertença, de acordo com Maffesoli), estruturadas a partir do confronto entre as subdivisões dos ambientes, são rearranjáveis e recriáveis. Palavras-chave: Estética. Socialidade. Ambientes virtuais. Redes digitais. Link para o texto completo (PDF) http://www.fae.unicamp.br/revista/index.php/etd/article/view/2101/pdf
Publicado
2012-08-08
Seção
Resumos de artigos científicos