Convergências e divergências do modelo europeu do Centro de Recursos para el Aprendizaje y la Investigación (CRAI) em relação às bibliotecas universitárias brasileiras

  • Claudio Marcondes de Castro Filho
  • Waldomiro de Castro Santos Vergueiro

Resumo

Com o advento da globalização, o processo do ensino aprendizagem na universidade passa por várias mudanças e o desenvolvimento das bibliotecas universitárias deve estar inserido neste contexto, de forma a facilitar o acesso e a difusão dos recursos de informação. O modelo europeu do Centro de Recursos para el Aprendizaje y la Investigación (CRAI), com destaque para suas características, filosofia, organização e serviços, contribui para o aprimoramento das bibliotecas universitárias, optando por um modelo que prioriza a utilização da tecnologia. Nesse aspecto, este artigo apresenta as convergências e divergências entre bibliotecas universitárias brasileiras e espanholas, a partir da pesquisa realizada nas duas realidades. Conclui-se que a aproximação da realidade das bibliotecas universitárias brasileiras àquela vivida pelos CRAIs espanhóis passa por adaptações visando o melhor aproveitamento das Tecnologias da Informação e da Comunicação - TICs, diferentes configurações de estruturas administrativas e mudanças culturais dos envolvidos (administradores, bibliotecários e usuários) com as bibliotecas universitárias. Palavras-chave: Biblioteca universitária. CRAI. Tecnologias da Informação e da Comunicação. REBIUN. SIBi/USP. Link para o texto completo (PDF) https://www.bu.ufmg.br/rbu/index.php/localhost/article/viewFile/10/13
Publicado
2012-08-08
Seção
Resumos de artigos científicos