Análise envoltória de dados na gestão do desempenho de bibliotecas universitárias: o caso de uma IFES no Rio de Janeiro.

  • Frederico Antonio Azevedo de Carvalho
  • Marcelino José Jorge
  • Marina Filgueiras Jorge
  • Cristina Monken Avellar
  • Elton Flach

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar o desempenho das bibliotecas integradas a uma IFES - instituição federal de ensino superior – no Rio de Janeiro. O foco empírico constitui-se de dados primários e secundários coletados sobre uma amostra de cerca de 90% do total daquelas bibliotecas. Depois de aplicar a abordagem DEA para avaliar o desempenho, através da discriminação entre bibliotecas eficientes e ineficientes em 2006 e 2007, utiliza-se a mesma abordagem para gerar planos de operação que indicam mudanças alocativas capazes de levar unidades ineficientes à fronteira eficiente. Utilizando a hipótese markoviana determinou-se que, no longo prazo, o percentual de bibliotecas eficientes ainda deve decrescer, se não houver medidas que alterem o processo. Tendo em vista que praticamente nenhuma biblioteca esboçou qualquer iniciativa na direção recomendada pelos planos de operação eficiente, essa constatação não surpreende. A principal conclusão do trabalho aponta a utilidade da análise de eficiência para a gestão da eficiência sistêmica em organizações públicas. Palavras-chave: Bibliotecas Públicas. Avaliação de desempenho. Análise Envoltória de Dados. Link para o texto completo (PDF) http://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/136/182
Publicado
2012-08-08
Seção
Resumos de artigos científicos