Minibibliotecas – uma experiência de inclusão social e intercâmbio entre o conhecimento científico e o saber local no meio rural

  • Selma Lúcia Lira Beltrão
  • Marluce Freire de Araújo
  • Juliana Andrea Oliveira Batista
  • Fernando do Amaral Pereira

Resumo

Este artigo aborda as experiências de estímulo à leitura, à formação de multiplicadores e ao intercâmbio de saberes desenvolvidas por escolas rurais e comunidades de agricultores familiares, quilombolas e pescadores a partir do uso das Minibibliotecas, uma iniciativa criada em 2003 pela Embrapa Informação Tecnológica (Brasília-DF), unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Busca-se popularizar a ciência e democratizar o acesso às informações técnicocientíficas geradas pela pesquisa agropecuária ao meio rural e estimular a leitura por meio de acervo formado por livros e cartilhas especialmente elaborados com recursos linguísticos e lúdicos, e por audiovisuais. O objetivo é apresentar como o conhecimento científico pode ser apropriado por jovens e agricultores, associando-se ao saber tradicional para promover inclusão social, segurança alimentar, desenvolvimento sustentável e melhoria da qualidade de vida desses sujeitos com de ferramentas - metodológicas e tecnológicas - adequadas e orientadas para subsidiar processos de educação formal e nãoformal. Palavras-chave: Embrapa. Educação. Leitura. Conhecimento. Agricultura Familiar. Link para o texto completo (PDF) http://revista.ibict.br/inclusao/index.php/inclusao/article/viewFile/207/184
Publicado
2012-08-09
Seção
Resumos de artigos científicos