Política de Governo Eletrônico em Moçambique: um olhar na perspetiva de uma cultura de informação

  • Adelio Dias Universidade Eduardo Modlane
  • Marta Macedo Kerr Pinheiro UFMG

Resumo

Introdução: Reflexão à possibilidade do uso da cultura de informação na política de governo eletrônico em Moçambique, considerando a situação sociocultural do país. Objetivo: Discutir a pertinência do conceito de cultura de informação na formulação e implementação da política de governo eletrônico em Moçambique, enquanto subdomínio da política de informação. Metodologia: Revisão de literatura. Resultados: No panorama moçambicano não há explicitação da informação governamental que norteia os seus programas e ações, particularmente o projeto de governo eletrônico, e existe certa fragilidade de recursos e estruturas de informação, reiterada pela ausência da inclusão, nas políticas públicas de informação, dos aspectos inerentes às realidades socioculturais de Moçambique. Conclusões: A cultura de informação constitui um dos fatores preponderantes para o sucesso da implementação da política de governo eletrônico, bem como a facilitação da apreensão por parte dos cidadãos, devendo, nesse sentido, direcionar a construção de políticas de informação. Palavras-chave: Cultura de Informação. Governo Eletrônico. Moçambique. Link para o texto completo (PDF) http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/10292/11374

Biografia do Autor

Adelio Dias, Universidade Eduardo Modlane
Doutorado em Ciência da Informação – UFMG. Técnico Superior do Centro Cultural Português do Instituto Camões em Moçambique
Marta Macedo Kerr Pinheiro, UFMG
Pós-doutorado em Ciências Sociais da Université Paul Sbatier – França Professora e pesquisadora da Escola de Ciência da Informação Universidade Federal de Minas Gerais
Publicado
2013-04-22
Seção
Resumos de artigos científicos