Discurso, análise de redes e avaliação dos processos de inovação

  • Clóvis Ricardo Montenegro de Lima IBICT.
  • Lidiane dos Santos Carvalho IBICT.

Resumo

Neste ensaio discute-se uma abordagem discursiva da análise de redes para avaliação dos processos de inovação no capitalismo contemporâneo. Parte-se das relações entre organizações e discurso nos processos de inovação. Apresenta-se a teoria de Luhmann especialmente para evidenciar o potencial da teoria do discurso de Habermas nos estudos da inovação. A inovação resulta de complexas dinâmicas organizacionais e sociais. A avaliação da inovação tem sido fortemente vinculada às políticas de produção. Um dos desafios atuais da avaliação da inovação está exatamente em verificar e mensurar naquele longo caminho entre a mobilização dos recursos nas organizações e a obtenção de produtos e resultados: o processo. A análise de rede emerge como possibilidade teórica e metodológica para estudar as interações mediadas pela linguagem e os vínculos construídos nos processos de inovação. A teoria do discurso pode contribuir na discussão destes processos. Conclui-se que se pode desenvolver a avaliação dos processos usando meios para verificar e identificar características das interações comunicativas e argumentativas entre atores e organizações. Palavras-chave: Inovação. Discurso. Avaliação de processos. Análise de redes. Link para o texto completo (PDF) http://www.dgz.org.br/dez11/Art_04.htm

Biografia do Autor

Clóvis Ricardo Montenegro de Lima, IBICT.
Doutor em Ciência da Informação no IBICT,UFRJ e Doutor em Administração na EAESP,FGV. Pesquisador do IBICT.
Lidiane dos Santos Carvalho, IBICT.
Professora da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, UNIRIO. Doutoranda em Ciência no IBICT,UFRJ.
Publicado
2013-04-22
Seção
Resumos de artigos científicos