Repositório institucional ou rede social de aprendizagem?

  • Jônatas Souza de Abreu Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Resumo

A sociedade da aprendizagem exige das pessoas que estas transformem informação em conhecimento para várias instancias e relações sociais vitais como trabalho, educação e etc. Iniciamos, então, a análise de fatores de aprendizagem dentro de instituições de ensino superior –IES– que se propõem a armazenar a sua produção cientifica em repositórios digitais de acesso comum ao publico acadêmico visando se estabelecer como uma nova ferramenta no processo de geração de novos conhecimentos e superação de paradigmas e dificuldades anteriores com relação à disseminação de informações e aprendizagem, através de ferramentas tecnológicas disponíveis. Objetiva-se,atrav és deste estudo, discutir a possibilidade de integração entre redes sociais e os chamados Repositórios Institucionais, chegando, então, a formar uma rede social de aprendizagem, cujas pessoas (acadêmicos, profissionais e membros da sociedade em geral) seriam interessadas em determinado tema. Utilizou-se para este artigo a pesquisa fundamental embasada em materiais bibliográficos e online que viessem a nortear o desenvolvimento do mesmo. Palavras-chave: Sociedade da aprendizagem. Sociedade do conhecimento. Redes sociais. Repositórios institucionais. Espaços de aprendizagem. Colaboração em ambientes digitais. Link para o texto completo (PDF) http://www.dgz.org.br/abr12/Art_06.htm

Biografia do Autor

Jônatas Souza de Abreu, Universidade Federal do Rio Grande do Norte.
Mestrando em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Pernambuco. Bacharel em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte.
Publicado
2013-04-22
Seção
Resumos de artigos científicos