Práticas de Gestão e de Tecnologia da Informação e seu relacionamento com o desempenho organizacional

  • Ricardo Rodrigues Barbosa Universidade Federal de Minas Gerais.
  • Monica Erichsen Nassif Universidade Federal de Minas Gerais.

Resumo

O presente trabalho analisa os resultados de um estudo a respeito de práticas de gestão da informação (GI) e de tecnologia da informação (TI) em organizações e do impacto de tais práticas sobre o desempenho organizacional. As práticas de GI dizem respeito ao sensoriamento, coleta, organização, processamento e manutenção da informação, enquanto as práticas de TI se referem ao uso dessas ferramentas para apoio operacional, apoio a processos de negócio, apoio à inovação e apoio gerencial. Os dados coletados para o presente estudo foram obtidos mediante a aplicação de um questionário distribuído pela Internet. As respostas dos 152 profissionais que participaram do estudo demonstraram, dentre outros aspectos que, a despeito de serem menos visíveis do que as práticas de TI, as práticas de GI são mais fortemente correlacionadas com o desempenho organizacional do que as práticas de TI. Palavras-chave: Gestão da Informação. Gestão da Tecnologia da Informação. Desempenho Organizacional. Orientação Informacional. Link para o texto completo (PDF) http://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/pgc/article/view/13748/8025

Biografia do Autor

Ricardo Rodrigues Barbosa, Universidade Federal de Minas Gerais.
Doutor em Administração de Empresas pela Columbia University, Estados Unidos da América. Professor da Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil.
Monica Erichsen Nassif, Universidade Federal de Minas Gerais.
Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil. Professora da Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil.
Publicado
2013-12-25
Seção
Resumos de artigos científicos