A complexidade da cultura amazônica e seus reflexos para a organização e representação da informação

  • Anderson Luiz Cardoso Rodrigues Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental.

Resumo

Introdução: Explora e analisa o domínio ‘cultura amazônica’ no contexto da organização e representação da informação. Apresenta conceitos de cultura com o objetivo de embasar as reflexões sobre o domínio estudado. Método: O referencial teórico de apoio é centrado na Teoria da Classificação Facetada de Ranganathan e na Teoria dos Níveis Integrativos do Classification Research Group, como base teórico-metodológica para a elaboração de um modelo de estrutura classificatória. A seleção dos conceitos foi realizada tomando por base os termos resultantes de pesquisa oral de três localidades geográficas da Amazônia: as cidades de Bragança, Castanhal e o arquipélago do Marajó. Resultados: A análise das origens etimológicas das palavras indicou a influência das culturas estrangeiras dos continentes europeu, africano, asiático e americano na linguagem amazônica. Conclusões: A análise dos resultados revelou a viabilidade de se desenvolver uma metodologia de trabalho para delinear uma estrutura de classificação e de um conjunto de conceitos para representar o domínio ‘cultura amazônica’ nas suas raízes basilares como estrutura para a construção de sistemas de organização do conhecimento. Palavras-chave: Conceitos. Análise de domínio. Cultura amazônica. Organização do conhecimento. Representação do conhecimento. Sistemas de classificação. Link para o texto (PDF) http://www.atoz.ufpr.br/index.php/atoz/article/view/20/86

Biografia do Autor

Anderson Luiz Cardoso Rodrigues, Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental.
Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental - ABES Brasil. Bacharel em Biblioteconomia – UFPA, Mestre em Ciência da Informação – UFRJ/IBICT. Bibliotecário - ABES.
Publicado
2013-12-26
Seção
Resumos de artigos científicos