Bibliometria e “avaliação” da atividade científica: um estudo sobre o índice

  • Ricardo Arcanjo de Lima Universidade Estadual de Campinas.
  • Lea Maria Leme Strini Velho Unesp.
  • Leandro Innocentini Lopes de Faria Universidade Federal de São Carlos.

Resumo

Avaliar a atividade científica é um fator crucial para agências de fomento e institutos de pesquisa, razão pela qual um novo indicador bibliométrico vem ganhando espaço na comunidade científica – o índice h. O presente estudo observa a variabilidade/persistência do valor do índice em diferentes áreas do conhecimento e sua aplicação como ferramenta de política científica e tecnológica. Palavras-chave: Índice H. Bibliometria. Política científica. Link para o texto completo (PDF) http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/1139/1049

Biografia do Autor

Ricardo Arcanjo de Lima, Universidade Estadual de Campinas.
Mestrando em Política Científica e Tecnológica pela Universidade Estadual de Campinas.
Lea Maria Leme Strini Velho, Unesp.
Engenheira Agrônoma (Unesp, 1976). Mestre em Produção Vegetal (Unesp, 1980). Doutor em Política Científica e Tecnológica (Universidade de Sussex, 1985). Livre Docente (Unicamp, 1995).
Leandro Innocentini Lopes de Faria, Universidade Federal de São Carlos.
Doutor em Ciência da Informação pela Universidade Paul Cézanne Aix Marseille III e em Ciência e Engenharia de Materiais pela Universidade Federal de São Carlos – UFSCar.
Publicado
2013-12-28
Seção
Resumos de artigos científicos