O movimento interdisciplinar em Ciência da Informação: uma reflexão epistemológica

  • Paula Regina Dal’ Evedove Unesp.
  • Mariângela Spotti Lopes Fujita Unesp.

Resumo

A complexidade da interdisciplinaridade como categoria de análise ganha evidência nos discursos contemporâneos. Em Ciência da Informação, esta prática de integração dos discursos científicos visa, dentre outros, à constituição de sua identidade e consolidação enquanto campo científico. Desse modo, o estudo visa refletir sobre o estatuto epistemológico da Ciência da Informação enquanto campo científico interdisciplinar. Sendo assim, busca-se caracterizar a interdisciplinaridade na Ciência da Informação de modo a delinear as características e variáveis que regem este percurso contributivo. Para tanto, são tecidas considerações a respeito da interdisciplinaridade nas ciências a fim de compreender os desdobramentos dos discursos contemporâneos em torno da fragmentação do conhecimento e os múltiplos agentes envolvidos no exercício de vigilância crítica dos sustentáculos da ciência. Neste caminhar, adentra-se na questão interdisciplinar e a inserção deste movimento nas bases contemporâneas da Ciência da Informação, com vistas a elucidar a sua configuração enquanto campo científico em busca de consolidação e evolução. Palavras-chave: Ciência da informação. Interdisciplinaridade. Fragmentação do conhecimento. Discursos científicos. Epistemologia. Temas transversais. Link para o texto completo (HTM) http://dgz.org.br/jun13/Art_02.htm

Biografia do Autor

Paula Regina Dal’ Evedove, Unesp.
Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Marília, Unesp.
Mariângela Spotti Lopes Fujita, Unesp.
Doutora em Ciências da Comunicação, Universidade de São Paulo. Professora Titular do Departamento de Ciência da Informação da Unesp de Marília.
Publicado
2014-03-29
Seção
Resumos de artigos científicos