A produção tecnológica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul no período de 1990 a 2013

  • Veronica Barboza Scartassini UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE BIBLIOTECONOMIA E COMUNICAÇÃO
  • Ana Maria Mielniczuk de Moura Universidade Federal do Rio Grande do Sul Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação Departamento de Ciências da Informação

Resumo

Analisa a produção tecnológica realizada pela UFRGS e depositada no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). Foram recuperadas 236 patentes, onde estudou-se a quantidade de depósitos patentários por ano, os tipos de patentes encontradas, e foi feita uma análise das redes de colaboração para instituições e autores. Trata-se de uma pesquisa quantitativa com preceitos bibliométricos e patentométricos. Os dados estendem-se por um período de vinte e três anos, e para sua mensuração foram utilizados os softwares BibExcel, Ucinet e Microsoft Excel. Entre os resultados, a pesquisa aponta, em âmbito externo, colaborações maiores entre empresas e universidades da região sul. Já em âmbito interno – intrainstitucional –, destaca-se o alto índice de colaboração entre o Instituto de Química e o Instituto de Física, assim como a elevada produção dos pesquisadores destes mesmos institutos. Quanto aos assuntos dos depósitos patentários, há predominância na área de Química. Conclui-se que a Universidade Federal do Rio Grande do Sul apresenta crescimento visível na quantidade de patentes depositadas na base do INPI, com uma forte colaboração intrainstitucional.

Biografia do Autor

Veronica Barboza Scartassini, UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE BIBLIOTECONOMIA E COMUNICAÇÃO
Aluna do curso de Biblioteconomia da UFRGS Bolsista de Iniciação Científica CNPq
Ana Maria Mielniczuk de Moura, Universidade Federal do Rio Grande do Sul Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação Departamento de Ciências da Informação
Professora adjunta do curso de Biblioteconomia, Departamento de Ciências da Informação, Diretora da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação
Publicado
2014-06-20
Seção
Pesquisas em andamento