A Ciência da Informação nos caminhos do contemporâneo

  • Marielle Barros de Moraes Universidade de São Paulo

Resumo

Analisa os aspectos sociais e epistemológicos da contemporaneidade, enfatizando as mudanças de paradigmas da ciência moderna para a ciência contemporânea, que estão presentes na historicidade e na epistemologia da Ciência da Informação, tendo como base os estudos de Fritjof Capra e Ilya Prigogine, embasando o estudo epistemológico acerca da ciência moderna e contemporânea. Para tanto, explora as categorias da contemporaneidade que estão presentes na constituição histórica e epistemológica desta ciência. Busca compreender, a partir dos paradigmas físico, social e cognitivo de Rafael Capurro, a origem da falta de consenso acerca do marco histórico e epistemológico que ronda a Ciência da Informação, a partir das categorias da Nova Física. Conclui apontando para a necessidade de novos modelos de formação na área das Ciências da Informação que atente para as complexidades do momento contemporâneo. Palavras-chaves: Ciência da Informação. Ciência Moderna. Ciência Pós-moderna. Epistemologia. Contemporaneidade. Link para o texto completo (PDF) http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/5199/6132

Biografia do Autor

Marielle Barros de Moraes, Universidade de São Paulo
Doutoranda em Ciência da Informação pela Universidade de São Paulo (USP). Mestra em Ciência da Informação pela Universidade de São Paulo (USP). Bacharela em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Ceará. Bolsista da CAPES
Publicado
2014-06-20
Seção
Resumos de artigos científicos