Informação, democracia digital e participação política: uma breve revisão teórico-analítica

  • José Carlos Sales Santos Universidade Federal da Bahia

Resumo

O desenvolvimento das tecnologias de informação e comunicação revela, na contemporaneidade, transformações substanciais no modus operandi das diversas instâncias sociais, como a economia e a política. A internet configura-se como uma rede profícua para a transferência das atividades humanas tradicionais – saúde e educação, como exemplos – para uma cultura cibernética (ou cibercultura), pois a mesma viabiliza a produção e o compartilhamento de informações/ conteúdos informacionais a partir de computadores interconectados. Desta forma, o artigo discute determinados aspectos conceituais acerca da participação política em rede, especificamente em websites dos deputados da Assembleia Legislativa da Bahia. Revisa os contornos conceituais acerca do ‘ciberespaço’ e da ‘ciberdemocracia’, considerando a informação como uma prerrogativa essencial ao regime democrático, assim como os pressupostos teóricos da democracia digital e participação a partir da crítica da participação política na sociedade fragmentada. Considera, derradeiramente, que a internet poderá constituir um importante instrumento de reforço ao regime democrático, justificados nos argumentos supracitados, mas revela outros aspectos relacionados à participação política em rede. Palavras-chave: Informação. Democracia digital. Participação política. Link para o texto completo (PDF) http://www.seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/36803/27939

Biografia do Autor

José Carlos Sales Santos, Universidade Federal da Bahia
Doutorando. Universidade Federal da Bahia (UFBA).
Publicado
2014-06-21
Seção
Resumos de artigos científicos