Websites de Instituições Arquivísticas Nacionais de tradição ibérica e ferramentas web 2.0: uma reflexão sobre a cultura participativa

  • Louise Anunciação Fonseca de Oliveira Universidade Federal da Bahia
  • Maria Teresa Navarro de Britto Matos Universidade Federal da Bahia

Resumo

Introdução: A cultura participativa, que emerge no ciberespaço, possibilita à Ciência da Informação e à Arquivologia uma extensão da concepção “do acervo ao acesso”, passando-se “do acesso a participação”. A imersão das instituições arquivísticas no mundo digital exige que sejam estabelecidas condições aos usuários para identificar, acessar, usar e colaborar com a migração para a web dos registros arquivísticos. Objetivo: Identificar o nível de uso das ferramentas web 2.0 pelas instituições arquivísticas nacionais de países de tradição ibérica. Metodologia: Esta pesquisa se constitui em um estudo exploratório e descritivo, a partir da observação sistemática dos websites de instituições arquivísticas nacionais de tradição ibérica. Resultados: Como resultados da pesquisa, identificou-se que, dos 41 países analisados, 11 não potencializam a transferência e acesso às informações por não possuírem páginas na web ou ainda manterem suas páginas fora do ar. Por outro lado, 30 países possuem websites, mas em apenas 15 países identifica-se a utilização das ferramentas web 2.0. Conclusões: Conclui-se que, em função de um contexto emergente e fortemente marcado pela necessidade do acesso à informação e pela participação dos usuários através da web, as políticas de gestão das instituições arquivísticas nacionais necessitam permanecer firmemente vinculadas ao estabelecimento de diretrizes voltadas à web 2.0. Palavras-chave: Arquivos nacionais. Tradição arquivística Iberoamericana. Websites. Ferramentas web 2.0. Cultura participativa. Link para o texto completo (PDF) http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/16168/13096

Biografia do Autor

Louise Anunciação Fonseca de Oliveira, Universidade Federal da Bahia
Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Arquivista da Universidade Federal da Bahia (UFBA).
Maria Teresa Navarro de Britto Matos, Universidade Federal da Bahia
Doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Diretora do Arquivo Público da Bahia.
Publicado
2014-06-28
Seção
Resumos de artigos científicos