Docência e Ética na Ciência da Informação no Brasil

  • Francisco das Chagas de Souza Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

Introdução: Por todo o século XX e século XXI várias iniciativas internacionais têm sido tomadas no sentido de que as profissões e seus segmentos acadêmicos se alertem para a necessidade de dar transparência às suas ações para si mesmas e em proveito da sociedade. No caso das profissões relacionadas às práticas informacionais as últimas décadas apontam que no âmbito internacional há uma disposição para a aceitação da implantação e aperfeiçoamento dos códigos de ética, inclusive no segmento da docência. Objetivo: Verificar evidências que podem fundamentar a instituição de um código de ética para a docência no campo da Ciência da Informação no Brasil. Metodologia: Ensaio Resultados: A tentativa de compreender as determinações de um contexto social e seu reflexo no desenvolvimento das profissões aponta que nas últimas décadas, e especialmente no século XXI, se evidencia uma demanda da sociedade por receber mais e melhor informação sobre as comunidades profissionais nela constituídas. Conclusão:O momento atual sugere aos profissionais atuantes no ensino da Ciência da Informação, Biblioteconomia, Arquivologia e Museologia que promovam um exame do contexto brasileiro quanto à pertinência da construção de um código de ética dos docentes representados pela Associação Brasileira de Ensino em Ciência da Informação (ABECIN). Palavras-chave: Ensino. Ética. Ciência da informação. Link para o texto completo (PDF) http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/15221/pdf_4

Biografia do Autor

Francisco das Chagas de Souza, Universidade Federal de Santa Catarina
Doutor em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
Publicado
2014-06-28
Seção
Resumos de artigos científicos