Documentos digitais editáveis, padrões abertos e interoperabilidade de dados: um levantamento nos sítios de universidades públicas em Santa Catarina

  • Ivan Paes José
  • Moisés Lima Dutra Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

Este trabalho faz uma análise dos documentos digitais editáveis disponíveis nos sítios da Universidade Federal deSanta Catarina (UFSC) e da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), com o objetivo de verificar se estes estão emconformidade com as orientações do Governo Brasileiro, que sugere o uso do formato aberto Open Documento Format (ODF)para a criação de documentos digitais editáveis em toda a esfera pública nacional. Realizou-se igualmente uma avaliação deinteroperabilidade, que consistiu em se analisar se as informações contidas nos documentos coletados dos referidos sítios foramrecuperadas sem nenhum tipo de perda, independentemente de extensão e softwares de escritório utilizados para acessar osdocumentos. Ao final, a pesquisa constatou que nenhuma das instituições está adotando as orientações propostas pelo GovernoBrasileiro. Quanto à interoperabilidade dos dados, verificou-se que ocorreram perdas significativas nas informações dos documentos,com alguns deles, inclusive, tendo a sua leitura completamente impossibilitada.Palavras-chave: Documentos digitais editáveis. Interoperabilidade. Padrão ODF. Extensões Proprietárias. Extensões não proprietárias. Link para o texto completo (PDF)http://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/948/pdf_95
Publicado
2014-12-30
Seção
Resumos de artigos científicos