Princípios para análise da partitura musical como documento arquivístico

  • Bridget Brandão Suhett de Souza Arquivista formada pela Universidade Federal Fluminense – UFF.
  • Jóice Cleide Cardoso Ennes de Souza Universidade Federal Fluminense - UFF.

Resumo

Apresenta um levantamento sobre os elementos característicos da partitura musical enquanto documento de arquivo. Foram apresentados os conceitos arquivísticos, focando principalmente a terminologia da área, além das funções arquivísticas a serem desenvolvidas pelo profissional para que seja possível a identificação, organização, preservação e recuperação da informação contida nos documentos arquivísticos. A partir dos conceitos apresentados realizou-se uma reflexão sobre a partitura musical como um documento arquivístico, apresentando as dificuldades presentes no tratamento documental e a falta de padronização para a identificação destes documentos.


Palavras-chave: Arquivologia. Partitura musical. Funções arquivísticas.


Link para o texto completo (PDF)
http://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/archeion/article/view/22515

 

Biografia do Autor

Bridget Brandão Suhett de Souza, Arquivista formada pela Universidade Federal Fluminense – UFF.
Graduação em Arquivologia. Universidade Federal Fluminense - UFF.
Jóice Cleide Cardoso Ennes de Souza, Universidade Federal Fluminense - UFF.
Doutorado em Ciência da Informação.
Instituto Brasileiro de Informações em Ciência e Tecnologia - IBICT.
Publicado
2015-03-12
Seção
Resumos de artigos científicos