A percepção discente da relação entre a Arquivologia e a História na formação acadêmica dos Cursos de Arquivologia do Rio Grande do Sul

  • Rafael Chaves Ferreira Universidade Federal de Santa Maria - UFSM.
  • Glaucia Vieira Ramos Konrad Universidade Federal de Santa Maria - UFSM.

Resumo

Este estudo, resultante de trabalho de conclusão de curso, tem por tema o ensino de Arquivologia no Brasil, cujo enfoque é a relação da Arquivologia com a História na formação acadêmica dos cursos de Arquivologia do estado do Rio Grande do Sul. Investigou-se, durante os anos de 2012 e 2013, a percepção discente quanto ao significado das disciplinas de História em sua formação, dificuldades e obstáculos ao cursá-las, forma do processo de ensino-aprendiazem interdisciplinar, modo como contribuem para o arquivista. Fez-se levantamento de conceitos, autores e referências para proporcionar aporte teórico, e aplicação de questionário a fim de coletar respostas à problemática da pesquisa. Do total de potenciais discentes investigados, correspondente a 433 sujeitos, houve respostas de 51,89% destes, isto é, uma contribuição muito significativa para os resultados alcançados. Sendo cada vez mais importante que o arquivista interaja com as diversas áreas do conhecimento, percebeu-se como é relevante saber qual a realidade do ensino de Arquivologia no que compete à sua natureza interdisciplinar, ainda mais a partir da voz discente. Desse modo, foi possível verificar que a relação entre a Arquivologia e a História apresenta-se como sendo um diálogo essencial para a formação de um arquivista crítico e cidadão.

 

Palavras-chave: Curso de Arquivologia. Ensino. Formação Acadêmica. Interdisciplinaridade. Rio Grande do Sul.

 

Link para o texto completo (PDF)

https://agora.emnuvens.com.br/ra/article/view/508

Biografia do Autor

Rafael Chaves Ferreira, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM.
Mestrado profissional em andamento em Programa de Pós-Graduação em Patrimônio Cultural. Universidade Federal de Santa Maria, UFSM.
Glaucia Vieira Ramos Konrad, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM.
Mestrado e Doutorado e do Programa de Pós-Graduação em Patrimônio Cultural - Mestrado Profissional, ambos da UFSM.
Publicado
2015-03-12
Seção
Resumos de artigos científicos