O Fluxo de Informações na Auditoria Pública e a Teoria Matemática da Comunicação

  • William Guedes Controladoria-Geral da União - CGU.
  • Rogério Henrique de Araújo Júnior Universidade de Brasília

Resumo

Trata das similaridades entre o ciclo informacional na atividade de auditoria pública e conceitos apresentados pela Teoria Matemática da Comunicação proposta por Claude Shannon em 1948, como ruído, redundância, capacidade do canal de comunicação e codificação. Foram verificados em estudo de caso como se realizam os processos de seleção, armazenamento, tratamento técnico de documentos e recuperação da informação no sistema de controle interno federal, bem como os fatores que interferem na qualidade da comunicação realizada por meio de documentos. Também é abordada a questão da neutralidade do canal de comunicação, tema presente em discussões na Ciência da Informação, a exemplo da valoração do documento segundo a teoria arquivística. Finalmente, são delimitadas as analogias entre teoria matemática e o ciclo informacional, considerando-se que qualquer suporte que apresente informação a ser tratada sob o ponto de vista informacional é um documento e também um canal de comunicação.

 

Palavras-chave: Ciência da informação. Teoria matemática da comunicação. Ciclo informacional. Sistemas de comunicação.

 

Link para o texto completo (PDF)

https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2014v19n40p33

Biografia do Autor

William Guedes, Controladoria-Geral da União - CGU.
Mestrado em Ciências da Informação pela Universidade de Brasília
Rogério Henrique de Araújo Júnior, Universidade de Brasília
Doutor em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília.
Publicado
2015-03-12
Seção
Resumos de artigos científicos