Cultos Afro-Brasileiros na Paraíba: memória em construção

  • Valdir Lima

Resumo

A presente pesquisa assenta-se na (re)construção histórica e memorialística das religiões afro-brasileiras e afro-ameríndias na Paraíba, a saber: Jurema, Umbanda e Candomblé, respectivamente, tomando como arcabouço teórico- metodológico a pesquisa oral do tipo temática, por meio de informações colhidas nas entrevistas realizadas com Mães e Pais-de-Santo, bem como, com representantes de Federações afro-brasileiras. A essa abordagem somou-se ainda a pesquisa documental fazendo uso de fontes primárias como leis, fotográficas etc. A partir das informações coletadas foi possível (re)construir por meio da memória individual a memória coletiva que fundamenta o secular culto da Jurema Preta no Sítio Acais no município de Alhandra/PB, do tradicional Catimbó de Jurema, da formação da Umbanda paraibana, tendo como porta voz dessas tradições religiosas sacerdotisas como Mãe Rita Preta e Mãe Laura de Santa Rita, Mãe Marinalva e Pai Osias de João Pessoa/PB.

Palavras-chave: Informação-memória. Jurema. Umbanda. Candomblé.

Biografia do Autor

Valdir Lima
Historiador e graduando em Arquivologia pela UFPB.
Publicado
2015-07-30
Seção
Pesquisas em andamento