O ISSN na administração pública internacional: o caso do escritório de publicações da União Europeia

  • Madeleine Kiss

Resumo

A atribuição do ISSN a recursos continuados é sem dúvida importante. Identifica tais recursos enquanto assegura o rastreabilidade de sua evolução no tempo, por exemplo, nas possíveis mudanças nos tipos de mídia na qual estão disponíveis aos usuários. Até mesmo durante esta era de novas tecnologias de mídia e disseminação eletrônica, a identificação não pode ser satisfeita por um URL permanente; é apenas um mecanismo de acesso à publicação por meio de uma sequencia padronizada de letras. Não oferece a informação necessária em relação à identificação da publicação em si. Embora as publicações produzidas por entes governamentais não estejam em sua maioria à venda, mas sim gratuitamente disponíveis ao público sem custo, sua identificação por meio do ISSN oferece informações valiosas aos leitores. Ao contrário de publicações tradicionais, onde o título permanece mais ou menos estável, prova de sua popularidade, recursos continuados no mundo da administração pública são geralmente atualizados para refletir mudanças de eventos e prioridades. Assim, junto com seu papel de identificação de títulos-chave de publicações seriadas, o ISSN também pode ser usado para monitorar mudanças sociais e políticas ao longo de um determinado período.

 

Palavras-chave: União Europeia. Novas tecnologias de mídia. Recursos eletrônicos.

 

Link para o texto completo em PDF:

http://revista.ibict.br/ciinf/index.php/ciinf/article/view/2355/1937


Biografia do Autor

Madeleine Kiss
European Union, Publications Office. Worked at the Central Library of the Commission in Luxembourg for 17 years. Cataloguing Services Manager at the Publications Office from 1998. Actively involved with Mrs. Pellé and Mr. Roucolle in preparing the agreement between the ISSN International Centre and the Publications Office, signed on 13 June 2002, which acknowledged the Office as an exclusive agency for the allocation of ISSN to all continuing resources produced by the institutions, bodies and EU agencies.
Publicado
2015-11-17
Seção
Resumos de artigos científicos