Orientação para aposentadoria nas organizações: histórico, gestão de pessoas e indicadores para uma possível associação com a gestão do conhecimento

  • Marcos Henrique Antunes Universidade Federal de Santa Catarina
  • Dulce Helen Penna Soares Universidade Federal de Santa Catarina
  • Narbal Silva Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

O novo cenário demográfico que se apresenta face ao aumento da expectativa de vida e, consequentemente, do número de idosos e aposentados, provocou intensas modificações nas diferentes esferas da sociedade, o que inclui, por exemplo, o campo das organizações de trabalho. Nesse contexto, abordar o fenômeno da aposentadoria torna-se fundamental, uma vez que são diversos os fatores que têm implicações sobre a decisão de desligamento laboral, dentre os quais, é possível citar questões sociais, culturais, familiares e econômicas. Para tanto, este estudo foi desenvolvido com o intuito de analisar como os aspectos históricos e os processos organizacionais podem influenciar na compreensão, vivência e adaptação à aposentadoria. A discussão da trajetória histórica acerca da criação e do estabelecimento de benefícios aos trabalhadores, perpassando os conceitos etimológicos da aposentadoria, permitiu observar o estreitamento de vínculos entre ambos, cuja relação pode suscitar um entendimento unilateral e estigmatizador sobre a figura do aposentado, o de “retirar-se da cena pública”. A partir disso, ressaltam-se algumas possibilidades e desafios para a área de gestão de pessoas, especialmente, a relevância dos programas de orientação para aposentadoria, enquanto espaços de aprendizagem e de compartilhamento de experiências no contexto organizacional, o que supõe gestão dos conhecimentos por meio de relações de ajuda, tomadas de consciência e adoção de escolhas, que servirão de contrapontos à lógica contemporânea desqualificante, que orienta acepções negativas para os significados de aposentadoria.

Palavras-chave: Aposentadoria. Orientação para Aposentadoria. Gestão.

Texto completo em: http://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/pgc/article/view/19114/13421

Biografia do Autor

Marcos Henrique Antunes, Universidade Federal de Santa Catarina

 Doutorando em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil. 

Dulce Helen Penna Soares, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutora em Psicologia Clínica pela Université Louis-Pasteur, França. Professora da Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil. 

Narbal Silva, Universidade Federal de Santa Catarina

 Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina. Professor da Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil. 

Publicado
2015-12-16
Seção
Resumos de artigos científicos