A potência do precário: restos curriculares em Leona Assassina Vingativa

Autores

  • Alexsandro Rodrigues Universidade Federal do Espírito Santo
  • Sérgio Rodrigo da Silva Ferreira Universidade Federal do Espírito Santo
  • Jésio Zamboni Universidade Federal do Espírito Santo -

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2015v10n2.26883

Resumo

Leona Assassina Vingativa, série que se tornou webhit, engendra-se como narrativa menor e dispara questões curriculares por outros modos de produção de subjetividades. Suas composições se valem do procedimento da bricolagem, que trata de inventar, a partir das formações culturais em circulação, uma arte produzida pelos sujeitos ordinários ao manipular improvisações entre tecnologias disponíveis e saberes dominantes, arranjando outros possíveis. Há uma potência do precário em Leona que consiste em equipar-se com poucos recursos para deturpar os clichês imagéticos. No ato de brincar, desenvolve um currículo menor como modo de pensar a condição do sujeito infante pela sua própria transformação. Ela brinca com nossas instituições e com nossas máquinas informáticas, produzindo contrassensos. Leona fabrica, por meio da paródia performática, um corpo imagético que consiste no entre-lugar de problematização dos espaços-tempos estabelecidos. Por fim, traçam-se linhas de uma subjetividade bicha que Leona ajuda a cortar e compor pelas tramas das tecnologias de controle combinadas às tecnologias do eu.


Palavras-chave: Rede. Currículo. Videografia. Subjetividade. Bicha

Texto completo em: http://periodicos.udesc.br/index.php/percursos/article/view/1984724614272013304/3026

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexsandro Rodrigues, Universidade Federal do Espírito Santo

Doutor em Educação e Professor do Centro de Educação da Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Sérgio Rodrigo da Silva Ferreira, Universidade Federal do Espírito Santo

Mestrado em Psicologia pela Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Jésio Zamboni, Universidade Federal do Espírito Santo -

Doutorando em Educação pela Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Publicado

2015-12-17

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos