A cultura da convergência midiática e a fábula da autonomia: uma breve discussão no paradigma tecnológico

  • Mario Gouveia Junior Universidade do Porto e Universidade de Aveiro

Resumo

 Discute o papel dos usuários e suas práticas de colaboratividade em nível web 2.0 dentro do paradigma tecnológico e da cultura de convergência midiática. Trata-se de uma investigação epistemológica, respaldada numa revisão da literatura. Como resultados, percebe-se que o ato de compartilhar ainda se depara com a ideia de que a informação é sinônimo de poder. E, nessa perspectiva, o protagonismo do usuário diante das plataformas digitais deve ser verificado com cautela, tendo em vista a supremacia de grandes empresas da web que atuam de modo a restringir as pretensas liberdades infocomunicacionais, ao mesmo tempo que garantem zonas de influência específicas, nas quais a confiança na sistematização das respostas é quase que comparável ao “fio de Ariadne”.

Palavras-chave: Convergência Midiática. Web 2.0. A Fábula da Autonomia. Usuários. Colaboratividade.

Texto completo em: http://revista.ibict.br/liinc/index.php/liinc/article/view/734/524

Biografia do Autor

Mario Gouveia Junior, Universidade do Porto e Universidade de Aveiro
Doutorando em Informação e Comunicação em Plataformas Digitais pela Universidade do Porto e Universidade de Aveiro. Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Especialista em Cultura Pernambucana. Licenciado em História pela UFPE.
Publicado
2015-12-17
Seção
Resumos de artigos científicos