COMPARTILHAMENTO DE INFORMAÇÃO AMBIENTAL E A REPERCUSSÃO DO CÓDIGO FLORESTAL NO TWITTER

  • Janaína Tenório Lopes Ferreira
  • Ronaldo Ferreira de Araújo

Resumo

Por meio de uma pesquisa exploratória de inspiração netnográfica de observação não intervencionista, o artigo analisa a repercussão do Código Florestal no microblogging Twitter no ano de 2011, através da hashtag #CódigoFlorestal. A coleta dos dados foi realizada por meio de buscas manuais no microblog e complementada pelos serviços do Topsy e do Google Alerta. O comportamento da comunidade analisada se deu por distribuição temporal, caracterização das mensagens, identificação e caracterização dos usuários, compreensão dos comportamentos informacionais em seus aspectos interativos e comunicacionais. No total foram identificados 30.795 tweets emitidos por 1.083 usuários. Mensagens interativas (28.181) superam as informativas (2.614). Considera-se que a rede social Twitter contribui para a expansão e intensidade de vínculos sociais de uma sociedade virtualmente conectada, e que nesse espaço a informação ambiental encontrou um meio apropriado de organização, de troca social e de estratégia para mobilizar cidadãos/atores a se tornarem protagonistas do fazer social no seu contexto local e global.

PALAVRAS-CHAVE: Informação ambiental. Compartilhamento de informação. Twitter. Código Florestal.

Link: http://www.seer.ufal.br/index.php/cir/article/view/1705/1552

Publicado
2016-12-29
Seção
Resumos de artigos científicos