O desafio contemporâneo a Tânatos: a dialética entre acumular e preservar a informação

  • Ricardo Medeiros Pimenta Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação (PPGCI/IBICT-UFRJ) http://orcid.org/0000-0002-1612-4126

Resumo

Este artigo busca refletir sobre os dilemas do apagamento e da recuperação da informação na era digital, com o intuito de dar prosseguimento à análise de cunho teórico e conceitual sobre os aspectos culturais, políticos e sócio técnicos presentes na atual sociedade da informação calcada pela cultura da visibilidade frente à crescente miríade de ações, tecnologias, e dispositivos culturais infor-comunicacionais relacionados ao desafio da recuperação e do apagamento da informação e, com isso, da preservação da memória na era digital cada vez mais em discussão no cenário global de dispositivos informacionais interconectados. O texto parte de algumas problemáticas postas ao percurso conceitual em formação e à análise teórica com base em autores não tradicionais da ciência da Informação no intuito de convergir seus conceitos e questões às singularidades que o campo da C.I. apresenta na atualidade.

Biografia do Autor

Ricardo Medeiros Pimenta, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação (PPGCI/IBICT-UFRJ)
Pesquisador Adjunto I do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Professor do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação (PPGCI/IBICT-UFRJ). É Historiador graduado (2003) pela Universidade Gama Filho - UGF com pós-graduação em História do Brasil (2005) pela Universidade Cândido Mendes - UCAM. Possui mestrado em Memória Social e Documento (2006) pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro UNIRIO, e doutorado em Memória Social (2010) pela mesma instituição, com estágio doutoral (2007 - 2008) na École des Hautes Études en Sciences Sociales - EHESS de Paris. É membro da Comissão de Altos Estudos do Centro de Referência das Lutas Políticas no Brasil (1964-1985) - Memórias Reveladas. É professor do Departamento de História do Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ) da Universidade Cândido Mendes (UCAM). Participa como pesquisador dos Grupos de Pesquisa: "Intelectuais, Instituições e Sociedade" e "Memória e Espaço", ambos registrados no mesmo diretório do CNPq. Tem interesse nos campos de diálogo entre Informação, Memória, Ciberespaço. Possui, ainda, interesse nas reflexões concernentes ao papel do documento, do arquivo e das novas tecnologias de informação e comunicação (TICs) para os movimentos sociais e para a escrita da História, campo disciplinar das ciências humanas. Suas formas de construção de discursos, sentidos e conhecimento no espaço político e cultural, público e privado.
Publicado
2017-04-16
Seção
Pesquisas em andamento