Inclusão digital e cidadania: perspectivas e práticas extensionistas dos projetos desenvolvidos no PROBEX da UFPB

  • Julio Afonso Sá de Pinho Neto Universidade Federal da Paraíba
  • Marcia Maria de Medeiros Travassos Saeger Universidade Federal da Paraíba
  • Maria Lívia Pacheco de Oliveira Universidade Federal da Paraíba
  • Amanda Azevedo Universidade Federal da Paraíba

Resumo

A pesquisa teve como objetivo analisar, a partir dos pressupostos teóricos da Ciência da Informação, os projetos de extensão aprovados no edital PROBEX 2015 da Universidade Federal da Paraíba cujas ações foram direcionadas para a inclusão digital das comunidades. A pesquisa, classificada como documental e de campo, de abordagem qualitativa, teve como instrumentos de coleta de dados um questionário, aplicado junto aos públicos atendidos pelos projetos e aos alunos extensionistas, e ainda entrevistas semiestruturadas, realizadas com os coordenadores dos projetos e com o diretor de uma organização não-governamental que atuou como instituição parceira em um dos projetos. Observou-se que os projetos foram planejados a partir de uma perspectiva associativa entre inclusão digital e inclusão social, mas nem todas as atividades desenvolvidas foram norteadas por uma perspectiva voltada para a cidadania. Quanto às parcerias da UFPB com outras instituições, a pesquisa revelou a necessidade de que estas sejam melhor planejadas, com o intuito de fazer com que as ações extensionistas tenham um alcance ainda maior junto à sociedade.

Palavras-chave: Inclusão digital. Inclusão social. Extensão universitária.

Biografia do Autor

Julio Afonso Sá de Pinho Neto, Universidade Federal da Paraíba
Professor do Programa de Pós-graduação Ciência da Informação (PPGCI/UFPB) e do Programa de Pós-graduação em Gestão das Organizações Aprendentes (MPGOA/UFPB) da Universidade Federal da Paraíba. Doutor em Comunicação e Cultura pela UFRJ.
Marcia Maria de Medeiros Travassos Saeger, Universidade Federal da Paraíba
Doutoranda em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba (PPGCI/UFPB). Professora da Universidade Federal da Paraíba (DCSA/UFPB). Graduada e Mestre em Administração (PPGA/UFPB).
Maria Lívia Pacheco de Oliveira, Universidade Federal da Paraíba
Doutoranda em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba (PPGCI/UFPB). Professora da Universidade Federal da Paraíba (DECOM/UFPB). Mestre em Ciência da Informação (PPGCI/UFPB).
Amanda Azevedo, Universidade Federal da Paraíba
Graduanda em Relações Públicas (UFPB).
Publicado
2017-05-11
Seção
Pesquisas em andamento